>Caderno de estudo- Hipólita

>
Hipólita.Mãe da mulher maravilha. Levemente adaptado para o design de sua filha.

Isto foi puro treinamento. Experimentei algumas técnicas de renderização que não costumo aplicar no meu trabalho normalmente, pois ainda perco muito tempo corrigindo os erros nesse estilo.
Meu professor, Sérgio Vaz, diz que a linguagem dos quadrinhos é muito forte, de difícil domínio pela diversidade de técnicas que se deve conhecer. depois de tanto tempo de estudo é difícil perder o jeito. Então, já assumi como minha forma de linguagem.

Só para se ter uma idéia. No tratamento preto e branco você pode optar por linhas e peso de linhas apenas. Pode evoluir para uma luz e sombra simples, e garantir que sua figura salte da folha, e pode colorir com preto e branco e renderizar as matérias aumentando a verosismilhança da peça.

Nesse caso, em determinadas áreas, a cor influência diretamente na quantidade de preto que pretendo aplicar. O azul é mais escuro no preto e branco, seguido do vermelho e depois o amarelo ( das cores primárias no esquema de Kandinsky, que pode ser colocado a prova em qualquer xerox de esquina, se vc quiser, é claro). Com essa referência, aplicar a quantidade de preto de acordo com as cores do seu desenho fica muito mais fácil.

Nessa peça.Estou indicando onde esta cada cor do uniforme da personagem: No peitoral, o tradicional metal amarelo, seguido de uma proteção nas costelas, nesse caso, vermelho como a roupa da M.M . Na altura do diafragma e obliquos, temos um azul claro com molduras e alguns fios dourados. Descendo, temos a pele, uma pequena cinta com detalhes dourados, um grosso e pesado tecido azul escuro , um leve tecido branco ( onde sinto falta de algumas hachuras para não perder o tom.) e alguns detalhes.

Agora, com isso em mente, tentem adivinhar a cor dos cabelos da Hipolita que irei pintar a figura em breve.

Pontos negativos: Ainda acho que exagerei em alguns pontos, e perdi um pouco do tratamento de linha que já domíno bem. No tratamento da sombra, um dos seios parece ter se deslocado (Deve-se tomar cuidado com sombras). Tudo em função da experiência. Com a prática ganho velocidade e segurança, aí fico foda no tratamento. Minhas referências da técnica: David Finch, Jim Lee, Cris Bolson e Rodney Buchemi.

Até mais.

Anúncios

2 respostas para “>Caderno de estudo- Hipólita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: