Putz´n Grilla: SHELL SHOCK!

Em um domingo folgado. Eu, minha esposa e minha filha rodávamos a tevê a cabo procurando algo que prendesse nossa atenção no fim de tarde. Paramos na animação da nickelodeon dos tartarugas ninja sem muita pretensão de ficar por lá muito tempo. Quando assustei, estávamos assistindo um especial de fim de temporada, ficamos uma hora e meia no canal. Estava assistindo em família, agora Pai, os mesmos personagens com os quais cresci. É esse o tipo de “poder” que tem Tartarugas Ninja para minha geração.

Então: Não importa o quanto o filme seja ruim na verdade…desde que meus personagens prediletos estejam lá, bem representados e caracterizados,  nesse caso, já valerá meu ingresso. Quero mais é vê-los distribuindo seu ninjutsu de esgoto em meia duzia de coreógrafos malabaristas. De resto…é resto!

O filme se vale da paixão de seu público para completar os espaços deixados pelo roteiro e corre sem muito desenvolvimento: Rafa tem uma breve tensão com Léo e questiona sua liderança. Don tem breves momentos “Nerds”. Mike, ah…Mike nunca é demais e Splinter desce a porrada em todo mundo. Tudo como deve ser.TMNT-final

Para dar mais relevância a personagem de Megan Fox, April O´Neal, a nova origem se tornou uma mistura entre a versão Nickelodeon e a versão original dos quadrinhos. O que acaba eliminando Hamato Yoshi da equação, substituído por livros de ninjutsu encontrados no esgoto pelo rato mutado. Por isso, a química entre Splinter e Destruidor perda a força, pois esta tudo ligado a origem do mestre rato, no entanto nada impede que eles lutem como se ela existisse (um dos melhores momentos do filme) o que deixa tudo bem familiar.

O nível de realismo alcançado pela equipe de produção é assustador, de gerar uma certa estranheza (os  quadrinhos sempre tiveram esse tom.) Porém, os personagens são escritos como se fossem desenhos animados. O resultado é uma realidade cartunesca incrível: As tartarugas ganham vida em cada escama e se tornam tão impressionantes HOJE quanto foram em 1990 no seu primeiro filme.

O problema é que Michael Bay não sabe o que significa simplicidade. É difícil ser  furtivo como um ninja com quase dois metros de altura,sendo musculoso como o HULK e com tantos penduricalhos no seu casco. E o Destruidor “Transformers”: sua armadura não tem o menor sentido de existir. Para que tanta lâmina se ele não pode cortar ninguém o filme inteiro?

Apenas aqueles que emprestam suas expressões e movimentos para os quelônios, o rato e o robô samurai, salvam o aspecto humano do filme. Até a extrapolada nos esteriótipos se encaixa bem nesse departamento. Se você usa óculos e luta alguma arte marcial agora pode se sentir nos cascos de Donatello: Aquela arrumadinha no aparato é essencial. O restante dos personagens humanos são fracos, Will Arnett foi um erro, poderiam ter escalado um Casey Jones que seria bem melhor. Megan Fox só faz cara de modelo. E Whoopi Goldberg…

O diretor de Fúria de Titãs, Jonathan Liebesman, faz o  filme perder muito ritmo quando resolve contar a história dentro da história para explicar as coisas, ele usa muito o personagem de William Fichtner para isso, e parece não saber o que colocar entre as cenas de ação…mas quando chega a ação é algo espetacular!

Turtles vs Clã do pé! Turtles vs Pizza! Splinter vs Destruidor! Destruidor vs Rafael! Tartarugas vs Destruidor e Tartarugas vs força da natureza…SÓ FALTOU UM LEONARDO VS RAFAEL CLÁSSICO! De resto esta ótimo! E é isso que o filme prometeu! E é isso que ele cumpriu. Pronto!

O resultado final é bem o que tem sido alcançado os filmes de super heróis: Um filme divertido, com uma história bem superficial, recheado de momentos memoráveis. É como uma eventual pizza de domingo: Bom para toda a família.

Um belo recomeço para as tartarugas no cinema. Transformers 4 não é um filme bom filme e já fez um bilhão pelo mundo! “Porque?” eles sempre perguntam: Ele entrega o que promete!

GAWABANGA!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: